Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Janeiro 2019
"Eu quero ir" “Aguardo o Dia” “Casa na Rocha” “Em Casa” “Mais Alto” “Quem é esse?” “Quero Te Adorar” “We magnify his name” 10 Mandamentos 19ª edição do Grammy Latino 2018 2019 3 Palavrinhas 360 Wayup 6 milhões 60 Minutes A Bíblia Kingstone abandona abortistas aborto abrigo para dependentes químicos abusador abusar dos membros abuso infantil abuso sexual abusos sexuais Ação social Acertou Mizerávi ACI Digital acidente acidente de trânsito Acioli Acre acusação ADAI Music Adão e Eva Adaulto Lourenço Adauto Lourenço Adilson Gigante adolescente Adolf Hitler adventistas do Sétimo Dia Afeganistão Africa África Agenda Lgbt Airbnb Al-haram Al-sharif Al-qaeda Al-Rashid Aladdin Alagoas Alan Rick Albert Einstein Alcoolismo Alemanha Alex Passos Alexandra Abrantes alexandre frota Aline Barros alma ambulância América América Latina Amor Amor de Deus Amor e Sexo amor incondicional Ana Paula Valadão Anápolis Anayle Sullivan Anderson Freire André Aquino André Balada Andre Fernandes André Valadão Andrea Long Chu Andrew Brunson Anel Pilatos anencefalia Anglicana Angola Anitta Anjo Anne Graham Anne Graham Lotz Anny Theyler Anti-Balaka anti-Israel anti-judaico anticristãs Anticristo Antigo Testamento Antissemitismo apanhar Apocalipse apóstolo App Árabe Araguaína Arca da Aliança Arca de Noé Argentina Argentinos arma de fogo Armas Armênia armênios Arqueologia arqueólogia arqueologia bíblica Arqueologia na Bíblia arqueólogo Arquidiocese da Paraíba Arrebatamento Artistas Asia Asia Bibi AsiaNews asilo assalto assassinada Assembleia de Deus Assembléia de Deus ataque Ataque Contra Cristãos Ataque no Egito Ateísmo Atentado Atentado Terrorista Atentados Ateus Ativismo Ativismo Gay Ativismo Lgbt ativista gay Ativistas Ator Atos dos Apóstolos atriz audiência Augusto Cury Augustus Nicodemus Augustus Nicodemus Gomes Lopes Austrália Autoajuda automutilação Autoridade Palestina auxílio-mudança avivamento azul e rosa Baby do Brasil Bahia Baleado baleou Bancada Evangélica Band Banda 4Life banda Livres Banda novo som Banda Resgate banda Rosa de Saron Bangladesh Banheiro Transgêneros banheiros únicos Barroso bate boca Batismo batismo infantil Batismo nas Águas Batista Soul batistas do Sétimo Dia batistas independentes batizado bbb Bebê é abandonado bebê Jesus bebês bebida alcoólica Beit Chabad Beka Belém Bélgica Belíssima Belo Horizonte Benjamin Netanyahu Bernardino Beth Moore Bethel Bibi Bíblia Bíblia e Ciência bíblia sagrada Bíblias. África bicicleta Big Brother Brasil Billy Graham Bird Box Bispo Bispo Edir Macedo Bispo Julian Henderson bispos Blasfêmia Boas Notícias Boko Haram Bola de Neve Bolsa do Samaritano Bolsonaro brad dacus Brasil Brasil Sem Aborto Brasil x Israel Brian Houston briga de casal Britney Spears Brittni De La Mora Bruna Marquezine Bulgária Bunda Mole buscar a Deus Butão cabo Daciolo Cabo de Santo Agostinho Cabul caçadores de cabeça CADETINS café da manhã de oração por Jerusalém calçados Hello Kitty. calçados Ipanema calçados Melissa Califórnia câmara dos Deputados Camarões câmera Caminhada Campanha Campinas Canadá câncer Candomblé cantor Anderson Freire cantor Eli Soares cantor gospel cantor Juliano Son Cantor Leonardo Gonçalves Cantor Robério Lima e Silva Cantor Samuel Mariano Cantora cantora Daniela Araújo Cantora Gospel capeta escondido Caridade Carlos Bolsonaro Carlos Nadalim carnaval cartão de crédito Casa Branca Casa Civil casal gay casamento Casamento de Célia Sakamoto casamento gay Casos de Milagre Cassiane Castidade Catedral da Fé Cativeiro Catolicismo católicos Ceará Ceia de Natal celebridades Céline Dion censura Centro Pentecostal Jovem Resgate Cepal cerveja Cesare Battisti céu Chance The Rapper Charles Darwin Chico Wehmuth Chile China Chris Pratt Christian Bale Christyan Leão Cia Nissi Cid Moreira ciência Cinema Circulo de oração Cisjordânia Ciúmes clamor clinica de aborto clip CNN Coaching Coaf Coletes Amarelos Colômbia coluna Comandante Moisés comando vermelho Combate à Corrupção combate à pedofilia combater Comercial Comics comodoro MT comunismo Condenada conectados a Cristo Conectando Gerações Conexão Repórter Conflito Congo congregar congresso internacional de arqueologia bíblica consagração Conselho Apostólico Brasileiro Conselho Mundial de Igrejas Conselho Tutelar Conselhos de Psicologia Conservadorismo Consumo de Maconha Contra Ideologia Contra Ideologia de Gênero Conversa Com Bial Conversão Coordenação de Assuntos Religiosos COORPIN Coptas coral Coral Kemuel Coreia do Norte Coréia do Norte Coreia do Sul Corrupção cova CPAD CPI crê em Deus Crente Bom de Bíblia 2018 Crescimento das Igrejas Criacionismo crianças Crime crime organizado Crimes Cris Cyborg cristão cristão homofóbico Cristão Perseguido Cristão Perseguidos Cristão. Lista Mundial da Perseguição 2019 cristãos Cristãos Copta Cristãos de Jos Cristãos no Egito Cristãos no Trabalho cristãos perseguidos Cristianismo Cristo para Todas as Nações Cristóvão Colombo criticada críticas Crocodilo crucificado Crueldade Animal cruz Cruz das Almas-AL cruzada Cuba cuide de sua família culto culto ao ar livre Cultura de Estupro Cúpula Conservadora das Américas cura Cura de Doenças Cura de Tumor Cerebral Cura do Câncer cura gay Cura Milagrosa curandeiro Cybercensura Damares Alves dança Daniel e Samuel Danielle Favattoigreja Danilo Gentili Darlene Zschech Darwinismo Datafolha Dave Williams. microchips David Cerqueira David Owuor Dc Comics Deadpool Debate Deborah Secco decote Defesa dos Animais Deise Jacinto Deltan Dallagnol Demolidor demônio Demônios Denis Mukwege Denise cerqueira dependência quíimica ex-bruxo ex-ocultista libertação do ocultismo libertação espiritual ocultismo sair do ocultismo testemunho de conversão testemunho de fé vício em drogas deportação depressão deputado federal deputado Hidekazu Takayama Descoberta Arqueológica Descobertas Científicas Desconfinados Descriminalização da Maconha Desigrejados Deus Deus Criador Deus é Mais Deus é Mulher Deus Não Está Morto Deus Salvador Devocional Dez Mandamentos DHPP Dia da Bíblia diabo Diante do trono Dilma Rousseff dilúvio Dinheiro diplomação no TSE Diplomacia Direitos Humanos Disforia de Gênero Disney disparo Distrito Federal Ditadura Dívida Divisão Divórcio dízimo DJ DJ PV DNA Doação doação de imóvel Domingão do Faustão Donad Trump Donald Trump Douglas Gonçalves Doutor Estranho doutrinação Dr. Milagre drag queens drogas Dudu Camargo Dupla Dupla Alisson e Neide DVD comemorativo eclipse Ecologia Edificante Edir Macedo Editora de quadrinhos Eduardo Bolsonaro Eduardo Costa Eduardo Sterblitch Educação Efatá Egito Elaine Martins Eleições 2018 Eli Soares Elson de Assis Embaixada Brasileira Embaixador de Israel Emerson Orofino Emerson Pinheiro Emmanuel Macron encontros religiosos Enem Ensino Religioso Entrevista com Deus equipe de transição Erich von Däniken eritreia Ernesto Araújo erotização precoce escândalo Baby Squillo Escatologia Escavação Escócia Escola Cristã Iraque Escola Dominical escola sem partido escolas Escolas de elite Escolas de Samba esfaqueador esfaqueia espetáculo Espirito Santo esposa esposa de bolsonaro esposa do presidente esquerda Esquerdismo Estadão Estado Islâmico Estado laico Estados Unidos Estatísticas esterilizações Estrada Estrela de Belém estudo estupro Etiópia Eu Não Estou Só EUA Eunício Oliveira evangelho evangélica Evangelicaorto Evangélicas evangélico Evangelicos evangélicos evangelismo Evangelismo Urbano evangelista Evangelização Evangéllicos Evento Evo Morales ex-atriz porno Ex-bruxa ex-cantor ex-feminista Ex-gay Ex-homossexual Ex-islâmico ex-líder ex-marido ex-Miss Pensilvânia Ex-muçulmano ex-ocultista ex-pastor evangélico Ex-presidente Lula ex-satanista ex-vocalista da Banda IdeALL Êxodo extraterrestre Extremismo Religioso extremistas Extremistas Islâmicos Extremistas Muçulmanos Eyshila Fabio Faria Fábio Pannunzio Facebook Faixa de Gaza FakeNews Fala Que Eu Te Escuto falar em público Falso Falso Milagre família Família e Direitos Humanos Fantástico Fausto Silva favorecimento Fé Irresistível Feira de Santana Felipe Moura Brasil Feminismo Fenômeno fenômeno da natureza fenômeno evangélico Fernanda Brum Fernanda Lima Fernandinho Fernando Haddad Fernando Pesão Fernando Pessoa Fica Tranquilo fiéis Filadélfia Filho filhos Filipinas Filme Filme Cristão Filmes Filmes adultos Filosofia de Vida filósofo Fim dos Tempos Finlândia Flávia Alessandra Flávio Bolsonaro fofoca Folha de São Paulo Fórmula 1 Fortaleza Fórum Desembargador Mendes Wanderley Fórum Econômico Mundial Foundation França Francis Chan Francisco Razzo Frank Aguiar Frank Houston Franklin Graham Fred Instagram Freedom Freiras frente parlamentar evangélica From Religion Funai funk funkeira Ludmilla Futebol Gabriel Guedes Gabriel Medina Gabriela Gomes Gabriela Hardt Gabriela Rocha gafanhotos Gana General Heleno Gênero nas Escolas genética Geografia Bíblica Ghar Wapsi Gideões Missionários Gideoes Missionários da Última Hora Gideões Missionários da Última Hora Gisele Bündchen Gleisi Hoffmann global Globo Globo News Globo Rural GloboNews Gogue e Magogue Goiânia gospel governador do Distrito Federal governadores governo Governo do DF governo do Egito Grã-Bretanha Grammy Latino gravadora Musile Records grazi massafera Gregório Duvivier Grendene Gretta Vosper Greves Grupo de Lima Grupo dos 77 Grupo Especial do Rio de Janeiro Grupo Lgbt guerra Guerra interna Guerras Guilherme de Sá guitarrista Haia Hailey Baldwin Haiti Hamas Hamilton Mourão Hank Hanegraaff Heidi Crowter heresia Hinduísmo Hino Hitler Holanda Hollywood Holocausto homem Homem de Ferro Homem-Aranha Homicídio homofobia homossexuais homossexual Homossexualidade Hong Kong horóscopo hospital de Brejo Santo Hulk humor Humorista Ibaneis Rocha Ibope identidade de gênero Ideologia de Espécie ideologia de esquerda ideologia de gênero IEQ igreja Igreja Anglicana igreja Apostólica Acolhidos por Cristo Igreja Assembleia de Deus Igreja Batista Igreja Batista Getsêmani igreja Bethel Igreja Catedral do Avivamento Igreja Católica Igreja Católica Apostólica Romana (icar) Igreja Cidade de Refúgio Igreja Comunidade das Nações Igreja da Cientologia Igreja da Inglaterra igreja do distrito de Iara Igreja do Evangelho Quadrangular Igreja Episcopal Igreja Evangélica igreja Hillsong Igreja holandesa Igreja Internacional da Graça de Deus Igreja Luterana Igreja Mananciais da Barra Igreja Metodista Unida Igreja Mundial do Poder de Deus Igreja Ortodoxa Igreja Pentecostal Tempo de Milagres igreja perseguida Igreja Presbiteriana Igreja Presbiteriana de Cruzeiro do Sul Igreja Profetizando as Nações Igreja Quadrangular Igreja São Thomas Igreja Universal Igreja Universal do Reino de Deus igrejas igrejas evangelica Igrejas Evangélicas igrejas licença Igualdade Racial ilegais imagem de Jesus imbecil Imran Khan Incêndio incesto Índia indígenas infância Inglaterra Insetos instituto Barna Instituto de Templo Instituto do Templo Inteligência e Fé intercessão Internacional intolerância religiosa Irã Iranianos Irlanda Irmandade Muçulmana Isabella Chow Isadora Pompeo Isaias Jr Islã Islâmicos islamismo Islamização Israel Israel Salazar Israel x Palestina Italia Itamaraty IURD Ivanir dos Santos J.d. Greear Já Ouço o Rugido Jacira Cabral Jair Bolsonaro Jair Bolsonro Jair Messias Bolsonaro James Cowan jandira feghali Jay Santana Jenna Presley Jerry Falwell Jr. Jersualém Jerusalém Jesus Jesus Copy Jesus Cristo Jezabel Jihad Jimmy Evans Jó – Midian Lima João Campos João de Deus Joaquim Alves joel dahl Johan Huibers John Allen Chau John Bolton John Chau Joice Hasselmann Jojo Todynho Jonathan Nemer Jordânia Jorge Viana Jornal Nacional jornalista Milly Lacombe José de Abreu Josimar Salum Josué Valandro Jr. jovem cristã Jovem Pan Jovens Jovens Cristãos Joyce Meyer Judaismo Judaísmo Judeus Judith Butler Juiz Marcelo Bretas Juiz Sérgio Moro juíza Maria Lucinda da Costa Julgo Juliana Paes Junior Trovão Justiça Justiça do Trabalho Justin Bieber Justin Welby Kantar Ibope Kanye West Kauã Salles Kemilly Santos ken hickam Kevin Sorbo Kingstone kit gay Kleber Lucas lacração ladrões Lagoinha Lançamentos Lanna Holder Las Vegas Latino Lauriete Lava Jato Léa Mendonça Leandro Karnal Legalização da Maconha Legalização do Aborto Lei Lei Civil Lei Rouanet leões Leonardo Gonçalves LGBT LGBTI LGBTI+ LGBTQ LGBTs libanês Líbano Liberação da Maconha Liberalismo Teológico Liberdade de Expressão Liberdade religiosa libertação Líder de seita Líder Evangélico liderança Líderes Evangélicos Líderes Religiosos Liga Árabe Lindbergh Farias Língua Portuguesa linguagens de sinais Línguas Estranhas Linhares lista de livros evangélicos 2018 Lista Mundial da Perseguição Lito Atalaia livramento Livro Livros Liz Lane Loja Lotz Louie Giglio Louvor e Adoração lua de sangue Luã Freitas Luanda Lucas Luciana Gimenzes Luciano Huck LUCIANO SUBIRÁ Lúcifer Ludmila Ferber Lugar Secreto Luiz Inácio Luiz Sayão Lula Luma Elpidio luteranos Mackenzie Maçonaria Maconha Maconha Não macumba Maduro Magno Malta Maioridade Penal mais lido 2018 Mais médicos Malásia Malhação mandato ilegal mansão Manuela D'ávila Manuscritos do Mar Morto Maomé Mar Morto Maranhão marcelo calero Marcelo Freixo Marcha Marcha na Argentina Marcha para Jesus Marcha pela Vida marchas Marco Feliciano Marcos Freire Marcos Madaleno Marcos Mion Marechal Cândido Rondon Mariana Valadão marido Mario Bramnick Mario de Oliveira Marisa Lobo Marisa Lobo Psicóloga Marisa Papen Marrocos marroquino Marvel Marxismo Cultural marxistas Mauricio de Souza maus tratos Max Lucado MBL MC Pocahontas McDonald’s MEC meca medicina Mediunidade medo meio cristão Melhor Álbum de Música Cristã Melissa Joan Hart membro Menina rosa Menino azul menores mensagem mercado de streaming mesquita Messias Mianmar Michel Temer michelle bolsonaro michelle de paula bolsonaro Migração Mikkelson milagre Milagres ministério “Underground Resistance” Ministério da Cidadania Ministério da Mulher Ministério das Relações Exteriores ministério de louvor da Assembleia de Deus Alto do Ipiranga (SP) Ministério dos Direitos Humanos Ministério Mananciais Ministério Nova Jerusalém Ministério Portas Abertas Ministério Público Ministério Público Federal ministérios. Ministra Damares Alves Ministro Dias Toffoli Ministro Marco Aurélio Mello ministro Marcos Pontes Ministros Missão Portas Abertas Missionária Missionária Camila Barros Missionário Missionários Missões Missouri Mitologia MK Music Mobile Moçambique Mogi das Cruzes Moisés Mongólia monte Monte do Templo Moradores de rua Moro Morreu morte mortos Movimento Lgbt MPES muçulmano muçulmanos Mudança da Embaixada Mudança de sexo Mulher mulher cega Mulheres Música Musica Gospel Música Gospel Musical Musile Records Nações Unidas Namibe não se meta com meus filhos Nascimento de Jesus Nasrat Mohamed Jamil Natal Natália Araújo National Geographic Native Tongue naxalitas Nazaré Neal McDonough neopentecostais NetFlix Nevada Neymar Nicolás Maduro Nicole Kidman Níger Nigéria Nívea Soares Nobel da Paz Nova Friburgo novela Novelas o outro lado do paraíso Oakland obras ou pela graça Obreiro ocorrência policial ofensa Oklahoma Ong Cristã Ongs ONU ONU Mulheres Onxy Lorenzoni Onyx Lorenzoni OPBB-SP oração orações Organização das Nações Unidas Oriente Médio Os Incríveis os Pingos nos Is Ousado Amor – Isaías Saad outros deuses Pabllo Vittar Paciência pacific justice institute Pacto de Migração pacto diabo Padre Alessandro Campos padre Marcelo Rossi Padre Quevedo Paganismo páginas da vida Palavra de Deus Palestina palestinos Pânico Pantera Negra pão diário Papa Francisco Papai Noel Paquistão Parada do Orgulho LGBT Parada Gay Paraíba paralisia facial paris parlamento britânico Parlamento e Fé Partido Comunista Partido dos trabalhadores partidos de esquerda Passion Pastor Pastor Antonio Rocquemore Pastor George Pastor Geraldo Mangela pastor Hueslen Santos pastor Jim Jones Pastor Joaquim Barbosa pastor Leonardo Sale Pastor Lucas Pastor Manuel Marcos Pastor Marco Feliciano pastor Melqui Gomes Pastor Reuel pastor Rinaldi Digílio pastor Robert Hood Pastor Samuel Mariano Pastor Silas Malafaia pastor Takayama Pastor Tiago Brunet pastora Pastores pastores de cabra fulanis Paternidade Patriarca Kirill Patricia Lelis Paula Fernandes Paulo Freire Paulo Guedes Pcdob pecado pecados pedido de desculpas Pedra Beka pensamento Pentateuco Pequim perdão perguntas ofensivas Perlla Pernambuco Perseguição perseguição religiosa pesquisa Pesquisas Petista Petrobrás Petrolão Phatrícia Carvalho Philip Metschan Pilatos pintor preso Pixar Animation Studios Plano de Governo Plano do diabo Plano do diábo PM Pobreza extrema Pode Voar Polêmicas Polícia Polícia Civil Polícia Federal Polícia Militar Policiais militares poligamia politica política Pôncio Pilatos Pônico Pilatos população condena pornografia Porta das Ovelhas Porta dos Fundos Portas Abertas portas dos fundos pós-morte Posse do Presidente Posse Presidencial Prb Pregação pregador de internet pregador voador pregadores modinha Prêmio Nobel presépio Presépio Satanista Satanismo Presidência presidência no Congresso Presidente presidente jair bolsonaro presidente Jovenel Moise presidente Michel Temer Preso primeira filha Primeira-dama prisão Priscilla Alcantara prisões iranianas pró-vida processo processo judicial procuradoria geral da república profecia Profecias professor professores Programa Fantástico Progressismo Propaganda prostituição protestantes Protestantismo protestos Provérbio X psicóloga evangélica PSL PT Pure Flix Puritanismo Quem é Você? Quênia Qumran R$ 28 Rabinos radicais Rádio Jovem Pan radios gospel Rafael Novarine Rafael Octavio Rafael Octávio Rap Rap Gospel do Brasil Rebeca Nemer Recep Tayyip Erdogan Record TV rede globo Rede Record Rede TV Redes Sociais reencarnação reforma da previdência reforma tributária refugiados Regensburger Domspatzen regularização rei da matemática Rei Davi Reinhard Bonnke Reino Unido Reis Magos Relacionados Relações exteriores religião religião islâmica religiões Religiosidade Renan Calheiros Renascer Praise Renato Cardoso réplica república centro-africa República Centro-Africana Ressurreição restaurar Reuel Bernardino RFID Ricardo Lewandowski Ricardo Vélez Rodriguez Rio de Janeiro Rio Jordão Riqueza rituais religiosos Roberto Requião Rock Cristão Rock in Rio 2019 Rodolfo Abrantes Rodrigo Duterte Rodrigo Maia rodrigo silva Roma Romualdo Panceiro Ronald McDonald’s Ronaldo Caiado Ronaldo Ésper Rosa de Saron Rosânia Rocha Roubo Rua Azusa Rumores de Guerras Russia ryan coleman Salmo 91 Salmos Salvador Sam Henrique Samuel Malafaia Sandra Terena Sandro Frederico da Silva Santa Catarina Santiago Chile Santo São Paulo Sarah Farias Sarah Sheeva Satanás satanismo filosófico satanistas SBT SBT Silvio Santos Schumacher Se Eu Me Humilhar – Discopraise Secularismo Secularismo na Igreja Segunda Instância segundo casamento segundo sol Segurança pública Sei Que Estás Comigo seita seita Cientologia Senado Senegal sente as pessoas sequestrado Sergio Knust Sergio Moro Sérgio Moro Séries de Tv Sermão sertanejo Sertãozinho Sharran Sheikh Hasina signos Silas Malafaia Silvio Santos Simone Simone e Samaria Sindicalistas síndrome de down Sionismo Síria sobrenatural socialismo Sociedade Bíblica do Brasil Sodoma e Gomorra Solstício de Inverno Som da Minha Vida Sony Music Gospel Sorocaba Stan Lee startup DVFLIX Steve Campbell STF sucesso Suicídio Suicído Super Drags Super Interessante Super-herói Supernatural Superpop Supremo Tribunal Federal Surdos Surf Switchfoot Tamrazyan tanque de Betesda Tatá Werneck Teatro Teleton Templo de Salomão Templo dos Anjos Teocracia teólogas feministas Teologia teologia da prosperidade teólogo Ricardo Velez Rodriguez Teoria da Conspiração Teoria da Evolução Terceiro Gênero Terceiro Templo Teresinha Neves Teresópolis Terra Santa Terrorismo Terrorismo Islâmico Terrorista Terroristas testemunhar Testemunho Testemunho Cristão Testemunhos Tetelestai Thaila Ayala Thalles Roberto Thammy Gretchen The Noite The noite. SBT Theresa Thor Tijuca timidez tipos de testemunhas tiririca Tiroteio no Templo TJ-SP Tom Cruise Tony Ramos Top Tradição tradução Tradução da Bíblia Trans especie Transexuais Transexual Transexualidade Transgênero transgêneros Transição de Gênero Transplante de útero Tribo queniana Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tristeza Trump Tubarão tumor Turismo turistas Turma da Mônica Turquia TV Gazeta TV Globo Ucrânia Ufc UFO Uganda última tribo Umbandistas unasp Unção Unesco União Europeia Universal Universidade de Liverpool Universidade de Sheffield Uzbequistão Valdemiro Santiago Valdomiro Santiago Valerie Gatto Vanessa Grazziotin Vanilda Bordieri Vasos Quebrados Vaticano Veganismo Veganos velho testamento vendedor Thiego Amorim Venezuela verdades secretas Vereador Vermelho versículo Viagem Missionária vício vida Viktor Orban Violência violência sexual Viral Virgindade visão limitada Visões Vissarion Viva de Aline Barros Vladimir Brichta Vladimir Putin voador voto aberto Walter Hoye Whindersson Nunes White Magazine Wilian Nascimento Wilson Witzel X-Men Xi Jinping Xuxa Ygor Siqueira Yoga Yossi Shelley Youseff Youtube Youtuber


O pastor e teólogo Antonio Carlos Costa, que dirige a Igreja Presbiteriana da Barra da Tijuca, no Rio, cobrou um posicionamento dos cantores gospel do Brasil, sobre os escândalos revelados nos últimos dias pela imprensa sobre o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL).

Os artistas da música gospel e pastores evangélicos, quase que em sua totalidade, apoiaram Jair Bolsonaro e seus filhos nas últimas eleições gerais, sob o argumento principal de “luta contra a corrupção.”

Agora, o COAF, que investiga transações bancárias atípicas em toda rede financeira do Brasil, suspeitou de valores movimentados nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, além de várias transações suspeitas nas contas do próprio filho de Bolsonaro. O Jornal Nacional da TV Globo revelou que cerca de 96 mil reais foram depositados na conta de Flávio, em curtos períodos de tempo e sempre em valores iguais: 2 mil reais.

As investigações estão suspensas, temporariamente, por determinação do ministro Luiz Fux, que está presidindo o Supremo Tribunal Federal até o fim do recesso do órgão, quando a decisão de continuidade passará para as mãos do relator do caso, Marco Aurélio Mello. O ministro já sinalizou que deve determinar o prosseguimento da investigação.

O pastor evangélico da Igreja Presbiteriana publicou, então, em suas redes sociais, um manifesto pedindo que os que defenderam a eleição de Bolsonaro e sua família cobrem dele explicações plausíveis sobre a investigação, para que determine-se se houve crime ou não, e sua consequente penalização. Confira:

“JUSTIÇA NÃO SELETIVA

Os mesmos evangélicos que deram apoio acrítico, efusivo e institucional ao candidato Bolsonaro deveriam agora exigir investigação completa do caso que envolve a família do presidente da República.

O silêncio desse setor da igreja amplia a sua perda de credibilidade perante a opinião pública, abate parte dos seus membros, que não querem compromisso seletivo de combate à corrupção.

Não se trata de prejulgar, mas de pedir luz, transparência, respostas e punição célere caso seja confirmada a culpa.

Enquanto esse escândalo não for investigado a fundo, viveremos num clima de instabilidade política, capaz de contaminar a nossa economia, ampliando assim o desemprego e a miséria.

Já chega o que passamos com os governos anteriores, e o consequente sofrimento vivido por milhões de brasileiros.”

Antônio Carlos Costa, pastor e teólogo evangélico.
Dentre os nomes do gospel que apoiaram Bolsonaro estão: André Valadão, Ana Paula Valadão e sua família, Davi Sacer, Nani Azevedo, Silas Malafaia, Marco Feliciano, Edir Macedo, Eyshila, Lauriete, Fred Arrais, Vanilda Bordieri, Cassiane, Cristina Mel, dentre vários outros.

Até o momento, nenhum deles se posicionou cobrando explicações sobre os escândalos.

Em entrevista ontem (20) à TV Record, Flávio Bolsonaro disse que os depósitos foram feitos em vários retalhos de 2 mil reais porque este seria o limite permitido pelos caixas do Itaú. Mas não explicou porque, então, não optou por fazer uma transferência bancária. A suspeita recai sobre ele pelo fato de que o ato de desmembrar uma operação em vários depósitos pequenos é prática comumente utilizada para lavagem de dinheiro. O senador, no entanto, nega.


Fernando Haddad (PT) concedeu uma entrevista em que falou sobre a dificuldade do PT em se relacionar com as igrejas evangélicas, indicando que isso foi um dos motivos que levou o partido à derrota nas eleições presidenciais de 2018, mas também dando sinais de que não há intenção de ceder aos valores conservadores tão caros aos eleitores que fazem parte desse grupo.

Durante o segundo turno da campanha, o rapper Mano Brown fez um discurso com duras críticas ao PT, afirmando que os políticos da legenda haviam se distanciado da base de eleitores, e por esse motivo, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ganharia a eleição.

Haddad, derrotado na disputa dias depois, afirmou agora ao jornal El País, de linha editorial progressista, que o distanciamento do partido em relação ao povo se deu porque a militância passou a integrar a máquina estatal, através de cargos comissionados, e também porque a corrupção generalizada desencadeou uma crise no país.

“Quando você é governo durante quatro mandatos existe um processo de distanciamento das bases em função do fato de que a maioria dos quadros são assimilados pela máquina estatal. Isso é um processo muito desagradável, infeliz, mas acontece. O sucesso eleitoral do PT enfraqueceu o próprio partido em sua conexão com as bases. O outro fenômeno é a crise política, ética, e econômica que aconteceu”, argumentou Haddad.

Sobre as igrejas evangélicas – que ao longo da primeira década do século atual cresceram mais de 60% – o ex-ministro da Educação nos governos petistas declarou que o PT não aprendeu a falar a língua desse público.

“Outra questão é que há novos atores no Brasil. Por exemplo, as igrejas evangélicas tinham um tamanho quando ganhamos em 2002, e têm outro tamanho agora. E nós não aprendemos a dialogar com a base dessa igreja, muito menos com os líderes, que são em geral bastante conservadores”, admitiu.

Essa completa falta de habilidade para dialogar com as igrejas evangélicas pôde ser vista no Plano de Governo que o PT apresentou durante a campanha, classificando o conservadorismo como obscurantista, por exemplo, além do tom firme em defesa de questões como a legalização do aborto.

Nesse sentido, Haddad expressa que o PT continua idêntico no discurso e na intenção, pois a autocrítica que o ex-ministro faz não expressa desejo de mudança de planos, mas sim pela busca de uma nova ferramenta de convencimento do povo a respeito de seus ideais, reiterando a petulante intenção de ser uma espécie de tutor do eleitorado.

“Eu acho que deveríamos ter trabalhado mais a questão da consciência política. O avanço objetivo tinha que ter sido acompanhado de um avanço subjetivo. O avanço material tem quer vir acompanhado de um avanço espiritual. Essas coisas tem que vir juntas para que o processo se consolide. Espiritual não no sentido religioso, mas no sentido ético, de valores. A ética tem que ser uma obsessão de um partido que transforma a vida material das pessoas. Se você dissocia isso as pessoas atribuem o próprio êxito a questões que… Claro que tudo depende do esforço individual também, mas isso tem que vir acompanhado de um processo de formação política”, disse Haddad.


No último sábado, o jornalista, locutor e apresentador Cid Moreira publicou um post em seu Instagram oficial, falando sobre sua relação com a Bíblia e também sobre fé.

Junto a um vídeo no qual ele olha pela porta de sua casa uma leve chuva de granizo, Cid escreveu sobre fé e espiritualidade.

"Bom dia pessoal! Sábado é dia de descanso para uns. Para outros dia de sair ou curtir a família e os amigos ! E ainda para muitos, o dia de encontro com Deus", disse.

"Não sou pastor, padre e nem tenho formação teológica. Não sou conhecedor profundo da Bíblia, apesar de ter gravado varias vezes. Nem quero títulos e nem que me engrandeçam por isso. Sou um cidadão comum, com a voz grave, que chamou a atenção", acrescentou.

Continuando seu post, Cid Moreira explicou o a razão que o motivou a gravar a Bíblia.

"Resolvi gravar a Bíblia para que as pessoas cegas, acamadas, com pouca escolaridade ou sem tempo pudessem ouvir esse livro tão aclamado no mundo todo", destacou.

Ele ainda lembrou temas abordados pelas Escrituras que o trazem paz e conforto, compartilhando uma meditação breve com os seguidores.

"Eu gosto de algumas passagens da Bíblia em especial. Sabedoria, Sermão da Montanha, os textos de Paulo e Eclesiastes. Bem, o pequeno vídeo com a chuva muito forte é só para lembrar que as dificuldades chegam e também passam. Tudo passa. Tudo é ilusão e por isso não devíamos temer e muito menos nos desgatar. E sabe que isso tudo está escrito na Bíblia?!", finalizou.

Youtuber

Há pouco menos de dois anos, o locutor entendeu que a idade já avançada (89 anos, na época) não seria motivo para deixar de compartilhar o seu trabalho, que foi tão recebido pelo público.

Criando um canal no Youtube, ele passou a disponibilizar na plataforma, gravações de passagens bíblicas e estudos que poderiam direcionar estudos das Escrituras.

"Ao final [do estudo da Bíblia], você terá crescido na fé e na consciência, que são os principais para uma vida mais plena, mais consciente e mais fraterna", explicou Cid Moreira ao apresentar o canal.


O eclipse “super lua de sangue” que se aproxima, que atingirá o pico nos Estados Unidos entre as noites de domingo e segunda-feira, pode sinalizar a Segunda Vinda de Cristo, afirmou um pastor.

Os brasileiros poderão acompanhar, na madrugada desta segunda-feira (21), um eclipse lunar total, que acontece quando Sol, Terre e Lua estão alinhados e o planeta faz sombra sobre o satélite. O fenômeno é similar ao ocorrido em julho do ano passado, mas poderá ser observado por mais tempo em todas as cidades do País desta vez.

Fim dos tempos

Em recente mensagem postada em seu canal no YouTube , o pastor Paul Begley de West Lafayette, Indiana, argumentou que a lua de sangue – que ocorre quando a Terra se alinha para bloquear a luz do sol da lua – é um cumprimento da profecia do fim dos tempos.

“Deus está pronto para nos mostrar que Ele está no controle, e estes são os últimos dias”, disse o pastor, chamando o eclipse lunar de “sinal muito significativo, de acordo com a Bíblia”.

Begley observou que a lua de sangue passará por Washington, DC no segundo aniversário da posse do presidente Donald Trump. Além disso, ele disse, Trump nasceu em uma lua de sangue em 14 de junho de 1946, exatamente 700 dias antes de Israel ser declarado uma nação.

“O presidente Trump acabou de tropeçar nessa situação?” Begley perguntou. “Bem, ele é o presidente que decide ir em frente e declarar que Jerusalém é a capital de Israel, e então move a embaixada dos EUA para Jerusalém e a dedica em 14 de maio de 2018, o exato 70º aniversário de Israel como nação.”

“Isso é um sinal? Isso é um prenúncio para a América? – perguntou Begley. “Parece que as escrituras proféticas da Bíblia estão começando a se apresentar bem no cenário mundial, bem diante de nossos olhos.”

Jesus, o pastor disse, “quer ter certeza de que entendemos que nos últimos dias haverá sinais no sol, na lua, nas estrelas e, claro, no estresse das nações do planeta”.

Ele passou a destacar a inquietação vista em todo o mundo: “Veja o que está acontecendo na Europa enquanto os protestos estão ocorrendo … não apenas na França, agora está espalhada na Holanda, na Bélgica”, disse ele. “Ficou muito feio, está ficando perigoso na Alemanha, eles estão começando na Itália. E mesmo no Canadá, e assim começamos a ver essa agitação nas nações européias.

“Já vimos o Oriente Médio em estado de loucura há sete anos e agora Israel está sendo cercado pelas mesmas nações que Ezequiel 38 diz que vai cercar Israel”, continuou ele.

Washington, DC, também, está em um “estado de turbulência política e angústia”, disse o pastor, acrescentando: “Deus está enviando uma mensagem”.

“O que tudo isso significa?” Ele perguntou. “Bem de volta à super lua de sangue. Onde está a lua de sangue na Bíblia?

Begley afirmou que Joel 2: 28-31 menciona especificamente uma lua de sangue. A passagem diz, em parte: “O sol se converterá em trevas e a lua em sangue antes da vinda do grande e terrível dia do Senhor”.

Uma segunda referência a uma lua de sangue é encontrada em Apocalipse 6:12 : “Eu olhei quando Ele abriu o sexto selo, e eis que houve um grande terremoto, e o sol se tornou negro como pano de saco de cabelo, e a lua se tornou como sangue “

“O julgamento poderia vir? Essa ‘lua de sangue’ é um sinal do profético do fim dos tempos? ”, Ele perguntou, acrescentando que acredita que não há“ nenhuma pergunta ”, a resposta é“ sim ”.

“Estamos vivendo no fim dos tempos”, concluiu Begley. “Obviamente, esses sinais apocalípticos nos céus estão apontando para um evento catastrófico que está apenas no horizonte. Nós não sabemos quando. Só porque você vai ter uma lua de sangue super em 20 de janeiro e 21 de janeiro, não significa que em 22 de janeiro todo o inferno vai se soltar. Mas, novamente, isso não significa que não vai.

“A urgência, pessoal, é agora”, disse ele. “A urgência começou.”

Begley não é o único pastor a assumir a aparência de luas de sangue como um sinal de que o apocalipse está chegando mais perto; O pastor popular e autor John Hagee também freqüentemente entrelaça eventos celestes, história judaica e teorias proféticas.

No entanto, o astrofísico e apologista Jeff Zweerink disse anteriormente ao The Christian Post que ele seria “muito cético” em relação às afirmações de que os eventos celestes estão ligados à profecia bíblica.

“Essas coisas acontecem o tempo todo”, disse ele, explicando que, embora espetacular de se ver, não há nada fora do comum sobre eles. “Estes têm acontecido desde o início da civilização humana e eles vão acontecer até o fim da humanidade está aqui. “

Ainda assim, Zweerink disse ao CP que os cristãos deveriam usar os eventos celestes como uma oportunidade de compartilhar o evangelho com os não-crentes.

“Deus criou uma criação espetacular para nós vivermos”, disse Zweerink, acrescentando que esses eventos dão aos cristãos “uma oportunidade de conversar com não-cristãos sobre o Evangelho e a Criação que Deus criou. E a criação é notavelmente confiável”. “

A lua de sangue de domingo será o último eclipse lunar total a agraciar o céu da Terra até 26 de maio de 2021.


A Justiça do Trabalho condenou Arquidiocese da Paraíba a pagar R$ 12 milhões de indenização por exploração sexual cometida por padres contra crianças e adolescentes, segundo reportagem do programa Fantástico, veiculada neste domingo, 20, da TV Globo. Na Justiça, os envolvidos negaram os crimes.

“Foi apurado que havia um grupo de sacerdotes, de forma habitual, que pagava por sexo a flanelinhas, coroinhas e também a seminaristas”, afirmou o procurador Eduardo Varandas, ao Fantástico. Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV.

O Estado procurou ontem a Arquidiocese e o Ministério Público da Paraíba, mas não conseguiu contato. À TV, dom Aldo Pagotto, que estava à frente da arquidiocese na época da denúncia, disse que não participaria desse tipo de reportagem e que os padres acusados já haviam sido inocentados na Justiça Criminal. A reportagem afirma que esse inquérito, na realidade, foi arquivado. Dom Aldo deixou a arquidiocese local em 2016.

O pagamento aos jovens explorados seria feito em dinheiro e até em comida, segundo a denúncia. “A característica da exploração sexual é ausência da vontade livre para praticar o ato”, disse Varandas.

Um ex-seminarista afirmou à TV ter sido explorado pelos sacerdotes. “(Havia) abuso sexuais por parte dos padres e de seminaristas. Através de palavras, de atos, pegavam nas minhas partes sexuais”, declarou a vítima ao Fantástico. Na época, ele tinha 17 anos. “A palavra de ordem seria: ‘passando por esse processo você vai conseguir chegar a ser padre’.”

Em depoimento para o Ministério Público do Trabalho, segundo a reportagem, um ex-funcionário da Catedral disse que um dos padres “levava coroinhas e outros meninos, todos menores de idade, para dormir com ele nos quartos que ficavam atrás da Igreja”.

Um dos jovens que guardava carros na frente da Igreja declarou à Justiça ter tido relação sexual com um padre da arquidiocese. O flanelinha foi assassinado em dezembro de 2016 – segundo a Polícia Civil da Paraíba, não haveria indícios de queima de arquivo. Ainda de acordo com o ex-funcionário, que trabalhou por 30 anos na Basílica, outro padre levaria “meninos para casa dele”.

As investigações de abuso começaram após o vazamento de uma carta que denunciava casos na Igreja em 2014. Um inquérito criminal contra os sacerdotes foi arquivado. Ao programa, o Ministério Público disse que havia elementos para a denúncia, mas que os crimes já haviam prescrito. O processo, porém, seguiu na Justiça do Trabalho.

Para a sentença, foi fixado R$ 1 milhão de indenização para cada ano de dom Aldo à frente da Arquidiocese, segundo a reportagem. O valor será destinado para fundos da infância e da adolescência e instituições que trabalham com jovens explorados.

Igreja já foi condenada no Brasil

Em 2013, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a Mitra Diocesana de Umuarama (PR) deveria pagar indenização de R$ 100 mil a um menino abusado por um padre. O crime, confessado pelo sacerdote, aconteceu em 2002, quando a vítima tinha 14 anos.

A maior indenização do tipo já paga pela Igreja Católica é da Arquidiocese de Los Angeles, nos Estados Unidos. O valor foi de US$ 660 milhões (R$ 2,47 bilhões, em valores atuais) pagos a 608 vítimas em 2007.

Nos últimos anos, a Igreja Católica tem enfrentado uma série de escândalos de denúncias de abuso sexual em vários países.

Fonte: Terra


Um novo livro de regras está entrando em vigor no Facebook para administrar a forma como os trabalhadores da empresa podem discutir religião e política.

Os detalhes estão contidos em um memorando vazado do diretor de tecnologia da plataforma de mídia social, Mike Schroepfer.

As novas regras aparentemente proíbem os funcionários de tentar mudar as crenças religiosas ou políticas de outros trabalhadores, usar linguagem de assédio ou intimidar os outros.

Schroepfer teria dito no memorando interno, que “um conjunto de regras básicas para uma comunicação aberta e respeitosa no trabalho e um modelo central de moderação” haviam sido desenvolvidos pela empresa.

As regras regulam amplamente como o pessoal da empresa pode usar o Workplace, o aplicativo do Facebook para os funcionários se conectarem, colaborar em projetos e manter-se atualizado sobre os acontecimentos da empresa.

“Estamos mantendo a simplicidade com três diretrizes principais: não insulte, intimide ou hostilize os outros”, afirmou.

‘Não tente mudar a política ou a religião de alguém. Não quebre nossas regras sobre assediar a fala e a expressão’.

O porta-voz do Facebook, Anthony Harrison, disse em um comunicado que as regras não pretendem sufocar a “abertura” ou a criatividade dentro da empresa, mas sim garantir que a comunicação interna seja “respeitosa”.

As postagens informadas serão analisadas por um moderador treinado, acrescentou Schroepfer no memorando, embora ele não tenha divulgado detalhes de quais ações seriam tomadas se um post fosse considerado desrespeitoso.

“Essas diretrizes se aplicam a todas as comunicações de trabalho, incluindo local de trabalho, e-mail, bate-papo, tarefas, cartazes, quadros brancos, quadros-negros e cara a cara”, escreveu Schroepfer.

‘Como o local de trabalho é onde a maioria dessas discussões acontece, estamos investindo recursos de engenharia lá’.

“Estamos facilitando o relato de postagens e comentários, e esses relatórios serão encaminhados diretamente para um moderador treinado que moderará conforme necessário. Também estamos desenvolvendo mais ferramentas para ajudar de forma proativa.

A cultura do local de trabalho do Facebook ficou sob os holofotes no ano passado, quando um de seus ex-engenheiros, Brian Amerige, iniciou  um grupo interno de mensagens chamado FB’ers for Political Diversity.

Amerige, um conservador que mais tarde deixou a empresa, reclamou de uma “monocultura política que é intolerante a diferentes visões”.

Segundo o Independent, mais de cem funcionários se juntaram ao grupo.

Fonte: The Christian Today


Alunos do ensino fundamental da Califórnia, nos EUA, podem em breve ser alvo de doutrinação da ideologia de gênero se novas diretrizes de saúde forem aprovadas.

As diretrizes, listadas na Estrutura de Educação em Saúde proposta pelo Departamento de Educação da Califórnia, incluem recursos educacionais que ensinam as crianças a rejeitarem os “estereótipos de gênero” e adotarem um arco-íris de possíveis opções de gênero. Um livro recomendado chamado “Quem é você?” Ensina que há pelo menos 15 gêneros e que é impossível determinar se um bebê é um menino, uma menina ou qualquer outra coisa.

“Os bebês não podem falar, então os adultos fazem uma suposição ao olhar para seus corpos”, diz um trecho.

Um capítulo das diretrizes propostas oferece sugestões sobre como explicar a sexualidade aos alunos do jardim de infância.

“Discuta o gênero com os alunos do jardim de infância explorando os estereótipos de gênero e fazendo perguntas abertas, como quais são as cores preferidas, brinquedos e atividades para meninos / meninas, e depois desafiando estereótipos se apresentados”, diz o capítulo três. “Durante essa discussão, mostre imagens de crianças da mesma idade que não estão em conformidade com os estereótipos típicos de gênero. Exemplos não precisam ser exagerados ou abertos. Diferenças simples, como cores ou preferências de brinquedo, podem demonstrar aceitação de não-conformidade de gênero”.

E os pais que preferem que seus filhos não sejam expostos à ideologia de gênero? Infelizmente, não haveria opção de exclusão nessas novas diretrizes.

Brenda Lebsack, escritora da EdSource.org, chamou a atenção para as diretrizes propostas em dezembro. Lebsack, que é educadora pública há 20 anos, também é integrante do conselho de educação do Distrito Escolar Unificado Orange, em Orange County.

“Como poucas pessoas vão ler o rascunho de quase mil páginas, que infelizmente só está disponível em inglês, estou compartilhando abaixo alguns exemplos que pais e educadores podem estar especialmente interessados”, escreveu ela. “Como o Departamento de Educação da Califórnia está convidando o público a comentar sobre o projeto, peço a todos os residentes da Califórnia que revisem a estrutura e forneçam comentários”.

Lebsack destaca vários capítulos problemáticos nas novas diretrizes. O capítulo cinco, por exemplo, inclui essa dica para discutir sexualidade com alunos do sétimo e oitavo anos:

“Alguns alunos podem não ser monogâmicos e o termo ‘parceiro (s)’ pode ser usado para ser mais inclusivo”, diz o texto.

O chamado “poliamor” ou “poliafetividade”, que se define como “a prática de, desejo de, ou orientação para ter relações consensuais não monogâmicas (ou seja, relacionamentos que podem incluir múltiplos parceiros)” e a “polifidelidade (que envolve mais de duas pessoas em relacionamentos românticos e / ou sexuais que não estão aberto a parceiros adicionais), entre muitas outras configurações” são discutidas como apenas duas das muitas opções aceitáveis ​​para os jovens.

Lebsack observa que muitos dos termos descritos nos recursos do Ensino Médio não são familiares aos pais, acrescentando que “muitos deles não estão no dicionário de inglês”. Apesar disso, os pais não poderão escolher se querem ou não as crianças recebam esses ensinamentos questionáveis.

“Embora os pais acreditem que podem recusar essa instrução, como podem com a educação em saúde sexual e prevenção do HIV, isso simplesmente não é verdade”, ela escreve.

“A instrução sobre gênero ou orientação sexual que é implementada por meio da adoção da estrutura está isenta da notificação dos pais e dos requisitos de exclusão (Código de Educação da Califórnia 51932b). Segundo a Coalizão ‘The California Safe School’, a lei estadual estabelece que “instruções ou materiais que discutam gênero, orientação sexual ou vida familiar e não discutam órgãos reprodutivos humanos e suas funções não estão sujeitas às leis de notificação e de exclusão dos pais”, acrescenta.

Lebsack observou que, se aprovadas, as diretrizes poderiam ser “desastrosas” para distritos escolares como o de Orange, que já está “enfrentando declínio de matrículas e demissões de professores”. Ela observou a possibilidade real de os pais removerem seus filhos do sistema escolar público “. até mesmo sair do estado. ”

O Conselho Estadual de Educação votará as diretrizes de 2019 em maio.

Fonte: Guia-me


A doação de um imóvel público pertencente ao Município de Goiatins, no estado de Tocantins, é alvo de questionamento por parte do Ministério Público Estadual (MPE).

Em Ação Civil Pública (ACP), o MPE alega que o ente afrontou a laicidade do Estado ao proceder à doação de um lote com edificação para a Igreja Assembleia de Deus CIAD SETA, com a finalidade de construção de uma casa pastoral para líderes religiosos, o que não atende a interesse público.

Segundo apurado pela Promotoria de Justiça de Goiatins, a Prefeitura de Goiatins encaminhou projeto de lei à Câmara de Vereadores, sendo este aprovado pela casa de leis em duas sessões realizadas no mês de dezembro de 2018. O referido projeto relatava que o imóvel estava avaliado em R$ 40 mil, porém não constou avaliação de profissional habilitado.

Para o promotor de Justiça, Pedro Jainer Passos Clarindo da Silva, além de afronta à laicidade do Estado, o ato feriu a moralidade administrativa devido à falta de avaliação devida e à inexistência de processo licitatório, conforme exigido pela Lei 8.666/93.

“Há de se notar que em se tratando de um município que alega constantemente perante o Ministério Público e o Poder Judiciário a falta de recursos, a doação de um imóvel público não parece nada razoável”, declarou o Promotor de Justiça.

A ação requer a concessão de liminar provisória de urgência que determine a suspensão da Lei Municipal e eventuais atos administrativos e cartorários que resultaram na doação do imóvel; que o município, na pessoa do prefeito e do presidente da Câmara, faça cessar a continuidade dos trabalhos de derrubada do imóvel atualmente existente para o levantamento de nova edificação, entre outros.

Ao final da ação, requer que seja declarada nula a referida lei municipal.

Fonte: Conexão Tocantins

Luiz Sayão. (Foto: Reprodução / Youtube)

“Segundo a Bíblia, o cristão sem igreja é um herege”, disse o pastor Luiz Sayão em artigo divulgado pela Igreja Batista Nações Unidas (IBNU), da qual é fundador. Para ele, o fenômeno “desigrejados” ou “cristianismo sem igreja” tem sido o maior problema que aflige a atual comunidade cristã.

“Um desigrejado é um crente confesso que desistiu da igreja e geralmente questiona sua legitimidade em função de experiências difíceis e traumáticas”, comentou. Mas essa onda que surgiu na atualidade pode resultar num cristianismo “individualista e despersonalizado”, apontou.

“Muitos fogem da igreja, pois querem evitar desconfortos e problemas”, disse ao se referir às pessoas que buscam uma felicidade imediata. Existem muitos acreditando que “quem tem Jesus não sofre mais”.

Além disso, grande parte da espiritualidade de hoje é voltada para experiências individuais e emocionais. “É quase um narcisismo místico”, continuou. Em vez de priorizar atitudes virtuosas como perdoar ou ser um bom cidadão, as pessoas dão mais importância a certos sentimentos.

“Sentir arrepios na coluna, ter muita paz no coração, gritar no louvor e desmaiar de tanto poder, tornaram-se sinais de grande espiritualidade”, lamentou Sayão. Sem contar que boa parte dos desigrejados rejeita a autoridade.

“Há muita gente que não quer fazer parte da igreja, por não aceitar submeter-se a nenhuma autoridade. É o grito da independência indevida. Muitas são as pessoas que não querem prestar contas da vida a ninguém”, explicou. Com isso vivem trocando de igreja e não ficam em lugar nenhum.

Consumismo da fé
“Muitos hoje enxergam a igreja, e o próprio evangelho, como uma mercadoria a ser consumida. Não têm compromisso e procuram igrejas como um cliente”, observa.

“Numa comunidade eles ‘consomem’ a boa mensagem do culto. Em outra ‘compram’ o louvor mais animado, e ainda numa terceira ‘desfrutam’ da escola bíblica para adquirir mais informações”, enumera.

Esses consumidores da fé são pessoas que não se veem como servos que devem doar-se para o Reino. “Querem apenas ser agradadas e até mesmo mimadas. Não enxergam o conceito bíblico de corpo, de coletividade; não conseguem ver que a obra de Deus é sustentada pelo esforço de todos”, completou.

“A única esperança para o mundo é a igreja, segundo o ensino bíblico. O corpo de Cristo é o único meio pelo qual Cristo age no mundo”, destacou.

Igreja continua crescendo
Apesar de tantas perseguições, divisões e muitas heresias, a igreja de Cristo continua viva e forte em nossos dias. A verdade é que milhões de pessoas estão se convertendo a Cristo anualmente em todo o mundo.

“A igreja cresce como nunca, principalmente em ambientes hostis e inesperados. É impressionante. É o maior crescimento geográfico e numérico da história da fé. Todavia, as lutas externas e internas dessa mesma igreja são inúmeras”, disse.

“Jesus enfatizou a importância do grupo e da comunidade quando afirmou que está presente entre dois ou três reunidos em seu nome. Como é possível perdoar o outro se me isolo? Como posso desenvolver o meu dom espiritual se vivo sozinho? Como realizar a missão sem a comunidade da fé? Como crescer espiritualmente sem fazer parte de uma igreja? Cristão sem igreja não faz o mínimo sentido”, concluiu.

Justin Welby (Foto: PA)
Justin Welby, que é bispo de Canterbury, na Inglaterra, disse que ora em línguas todos os dias e que busca regularmente por profecias e palavras de conhecimento. Segundo ele, isso faz parte de sua disciplina espiritual diária.

Durante uma entrevista à Premier Christian Radio, explicou também que espera ouvir algo de Deus através de outras pessoas. “Às vezes eu sinto que vem do Espírito Santo, outras vezes não tenho certeza”.

Welby considera o “falar em línguas” como uma linguagem privada de oração. “É algo que não pode ser compreensível para os oradores nem para os ouvintes porque são revelações divinas sobre situações ou pessoas”, explicou.

Sobre o segmento carismático dentro do catolicismo, ele alertou que não pode ser classificado como se fosse uma “categoria tribal” dentro da igreja. “Todos os cristãos são cheios do Espírito, então todo cristão é carismático nesse sentido”, lembra.

O bispo também comentou sobre o congresso Thy Kingdom Come (Teu Reino Vem) que já reuniu mais de 1 milhão de cristãos de cerca de 65 diferentes denominações cristãs, em mais de 114 países.

“O que me surpreendeu nesse evento foi o número de pessoas envolvidas. Metodistas, católicos, ortodoxos e pentecostais estão se unindo. Isso não é algo exclusivo da igreja na Inglaterra, isso é algo que está acontecendo na igreja global”, concluiu.

McJesus. (Foto: Reuters)

A exibição da obra ‘McJesus’ no Museude Arte de Haifa, norte de Israel, gerou grande polêmica esta semana sobre os limites da liberdade de expressão. A escultura, em tamanho real, apresenta o palhaço Ronald McDonald crucificado.

O autor da peça, Jani Leinonen, da Finlândia, diz que o objetivo era criticar a “comercialização religiosa”. Ele afirma não saber que sua obra estava sendo exposta em solo israelense. Em meio à polêmica, pediu que a exibição seja interrompida,  uma vez que ele defende o boicote a Israel em ‘solidariedade’ aos palestinos.

No museu há outras peças críticas à religião, como as que trazem as figuras de Jesus e da Virgem Maria caracterizadas como os bonecos Ken e Barbie.

Num primeiro momento vieram críticas da pequena comunidade cristã local, mas logo se intensificaram, com a adesão da ministra da Cultura, Miri Regev. Nesta sexta-feira duas pessoas jogaram bombas incendiárias contra o Museu e um homem foi preso, acusado de agressão.

“Me oponho a essa escultura degradante”, disse Nicola Abdo, morador de Haifa. “Sendo cristão… me ofendo profundamente por como retrata nossos símbolos.”

A prefeita da cidade judaico-árabe de Haifa anunciou que a escultura seria retirada da exposição e devolvida para o museu finlandês que a emprestou. Ela fez consultas com líderes da igreja local Einat Kalish e disse lamentar “a ofensa sofrida pela comunidade cristã… e a lesão física e violência em torno disso.”


A “Marcha pela Vida” ocorre anualmente nos Estados Unidos desde 1974, um ano depois da sentença do caso conhecido como Roy vs. Wade, que legalizou o aborto em todo o país.

Nesta sexta (18), novamente dezenas de milhares de manifestantes foram às ruas de Washington manifestar-se contra a legalização do aborto. O ponto alto da Marcha foi a mensagem enviada pelo presidente Donald Trump e exibida em um telão no local.

“Quando olhamos para nos olhos de uma criança recém-nascida, vemos a beleza, a alma humana e a grande da criação de Deus. Sabemos que toda vida faz sentido”, afirmou Trump.

Pouco antes, o vice Mike Pence falou ao vivo, acompanhado da esposa, Karen. No palco montado para o protesto, discursou prometendo que a atual geração americana pretende “restaurar o direito a vida nos EUA”.

“O presidente Trump é o presidente mais pró-vida da história do país. A vida está vencendo de novo nos EUA”, comemorou Pence, sob aplausos.

O final da Marcha foi em frente à Suprema Corte, onde exigiram que os juízes ampliem as restrições legais para o acesso ao aborto no país. Alguns deles, inclusive, pediam que a prática fosse proibida nos EUA.

De fato, a chegada de Trump ao poder fortaleceu o movimento contra o aborto no país. Os ativistas consideram que a nomeação de dois juízes conservadores para a Suprema Corte nos últimos anos pode fazer com que o órgão revise a legalização do aborto, em vigor desde 1973.

TASOS KATOPODIS/AFP/Getty Images



A estréia de um novo filme de fé baseado em histórias reais de pais reais está se aproximando, é “Como flechas”.

O filme enfoca o poder da família para formar a próxima geração quando eles se voltam para a fé depois que tudo o mais falhou.

Quando a rebelião se infiltra em sua família, Charlie e Alice percebem que seu estilo de criar seus filhos não está funcionando e começam a procurar soluções. Mas será tarde demais? “Descreve a sinopse.

“Através desta história que cobre mais de 50 anos, Charlie e Alice descobrem o poder da família e sua necessidade de Deus. Conhecer a Palavra de Deus e viver de acordo com ela é a chave mais importante para ser pais e educar seus filhos com intencionalidade ”, acrescenta o texto.

O filme da FamilyLife é dirigido por Alex e Stephen Kendrick, produtores de sucessos como “Fireproof”, “Brave Challenge”, “War Room” e outras produções cinematográficas.

É dirigido por Kevin Peoples e estrelado pelo ex-membro da banda cristã Anthem Lights e ator Alan Powell.

As datas de lançamento do filme ainda são desconhecidas.





Crianças do jardim de infância desenham em atividade escolar. (Foto: Ktoo)

Alunos do ensino fundamental da Califórnia podem em breve ser alvo de doutrinação da ideologia de gênero se novas diretrizes de saúde forem aprovadas.

As diretrizes, listadas na Estrutura de Educação em Saúde proposta pelo Departamento de Educação da Califórnia, incluem recursos educacionais que ensinam as crianças a rejeitarem os "estereótipos de gênero" e adotarem um arco-íris de possíveis opções de gênero. Um livro recomendado chamado "Quem é você?" Ensina que há pelo menos 15 gêneros e que é impossível determinar se um bebê é um menino, uma menina ou qualquer outra coisa.

"Os bebês não podem falar, então os adultos fazem uma suposição ao olhar para seus corpos", diz um trecho.

Um capítulo das diretrizes propostas oferece sugestões sobre como explicar a sexualidade aos alunos do jardim de infância.

"Discuta o gênero com os alunos do jardim de infância explorando os estereótipos de gênero e fazendo perguntas abertas, como quais são as cores preferidas, brinquedos e atividades para meninos / meninas, e depois desafiando estereótipos se apresentados”, diz o capítulo três. “Durante essa discussão, mostre imagens de crianças da mesma idade que não estão em conformidade com os estereótipos típicos de gênero. Exemplos não precisam ser exagerados ou abertos. Diferenças simples, como cores ou preferências de brinquedo, podem demonstrar aceitação de não-conformidade de gênero”.

E os pais que preferem que seus filhos não sejam expostos à ideologia de gênero? Infelizmente, não haveria opção de exclusão nessas novas diretrizes.

Brenda Lebsack, escritora da EdSource.org, chamou a atenção para as diretrizes propostas em dezembro. Lebsack, que é educadora pública há 20 anos, também é integrante do conselho de educação do Distrito Escolar Unificado Orange, em Orange County.

“Como poucas pessoas vão ler o rascunho de quase mil páginas, que infelizmente só está disponível em inglês, estou compartilhando abaixo alguns exemplos que pais e educadores podem estar especialmente interessados”, escreveu ela. "Como o Departamento de Educação da Califórnia está convidando o público a comentar sobre o projeto, peço a todos os residentes da Califórnia que revisem a estrutura e forneçam comentários".

Poliafetividade

Lebsack destaca vários capítulos problemáticos nas novas diretrizes. O capítulo cinco, por exemplo, inclui essa dica para discutir sexualidade com alunos do sétimo e oitavo anos:

“Alguns alunos podem não ser monogâmicos e o termo 'parceiro (s)' pode ser usado para ser mais inclusivo”, diz o texto.

O chamado "poliamor" ou "poliafetividade", que se define como “a prática de, desejo de, ou orientação para ter relações consensuais não monogâmicas (ou seja, relacionamentos que podem incluir múltiplos parceiros)” e a “polifidelidade (que envolve mais de duas pessoas em relacionamentos românticos e / ou sexuais que não estão aberto a parceiros adicionais), entre muitas outras configurações" são discutidas como apenas duas das muitas opções aceitáveis ​​para os jovens.

Lebsack observa que muitos dos termos descritos nos recursos do Ensino Médio não são familiares aos pais, acrescentando que "muitos deles não estão no dicionário de inglês". Apesar disso, os pais não poderão escolher se querem ou não as crianças recebam esses ensinamentos questionáveis.

"Embora os pais acreditem que podem recusar essa instrução, como podem com a educação em saúde sexual e prevenção do HIV, isso simplesmente não é verdade”, ela escreve.

"A instrução sobre gênero ou orientação sexual que é implementada por meio da adoção da estrutura está isenta da notificação dos pais e dos requisitos de exclusão (Código de Educação da Califórnia 51932b). Segundo a Coalizão 'The California Safe School', a lei estadual estabelece que "instruções ou materiais que discutam gênero, orientação sexual ou vida familiar e não discutam órgãos reprodutivos humanos e suas funções não estão sujeitas às leis de notificação e de exclusão dos pais", acrescenta.

Lebsack observou que, se aprovadas, as diretrizes poderiam ser "desastrosas" para distritos escolares como o de Orange, que já está "enfrentando declínio de matrículas e demissões de professores". Ela observou a possibilidade real de os pais removerem seus filhos do sistema escolar público ". até mesmo sair do estado. ”

O Conselho Estadual de Educação votará as diretrizes de 2019 em maio.


Através do Instagram, o cantor Juliano Son, da banda Livres, testemunhou um grande livramento que sua esposa, Daniele, e seu filho, Mateus, tiveram na última segunda-feira (14).

Juliano e uma equipe de missionários estão na cidade de Picos (MA) realizando um grande impacto evangelístico. Sua esposa e o filho caçula foram no final de semana se juntar à equipe e participarem das atividades.

Mas ao retornarem para casa, na estrada, pegando carona com amigos, o carro perdeu o controle na pista e capotou.

“Já próximos de casa, mas ainda na rodovia, estavam numa reta a cerca de 100 km/h. De repente, o controle do carro foi perdido e o mesmo girou ainda com os pneus em contato com o asfalto, mas ao cair na ribanceira capotou por 3 ou 4 vezes”, relatou o cantor.

Apesar do desespero, nenhuma pessoa que estava no carro sofreu trauma e saíram ilesos de dentro do automóvel. “No final do dia, ao chegar em casa, fui recepcionado por um Mateus saltitante e alegre”, testemunhou Juliano Son.

Leia o relato emocionante:



Dias inesquecíveis estamos vivendo nesta edição especial em Picos! São tantos testemunhos, tantos relatos da manifestação de Sua bondade e misericórdia que nos faltam palavras. Os coxos andam, os surdos ouvem, os enfermos são sarados, a boa nova compartilhada e o Amor tem enchido corações de esperança e alegria! Pelas manhãs, dedicamos um tempo para ouvir testemunhos e, hoje, foi a minha vez de compartilhar de um lindo presente que ganhei no começo desta semana. A @danison (minha esposa) chegou ao Impacto com o Mateus (meu filho caçula) e eles passaram o fim de semana conosco. Na manhã da segunda-feira, depois de saudar os impactantes de todo o Brasil, a minha esposa e filho partiram de carona com amigos rumo a Teresina, que fica a pouco mais de 300 kms de Picos. Um pouco depois do almoço, percebi que a Dani havia me enviado uma mensagem pedindo pra que eu ligasse com urgência. Liguei de imediato e fui atendido por uma voz carregada de choro. “Juuuuu!!”, ela chorava. “Juuuuu!!” Meu coração foi imediatamente tomado de uma impressão que estava para escutar a pior notícia que um pai poderia receber. (O Mateus!!!) Já próximos de casa, mas ainda na rodovia, estavam numa reta a cerca de 100 km/h. De repente, o controle do carro foi perdido e o mesmo girou ainda com os pneus em contato com o asfalto, mas ao cair na ribanceira capotou por 3 ou 4 vezes. No carro gritavam “Meu Deus!”, “Jesus!” E o pensamento que vinha na mente da Dani era: o Mateus! O Mateus! Eu preciso segurar o Mateus! Mas, por conta da violência dos movimentos, ela não conseguia acudí-lo e nem ao menos virar o rosto para vê-lo. Pensou tb que a sua hora havia chegado. Horas depois, o Nilson, dono e condutor do veículo, voltou ao local do acidente. Lá, estavam passantes e curiosos que diziam: “Morreram todos!” Outros: “Será que sobreviveu alguém?” Nessa hora o Nilson respondeu: “Eu sobrevivi! E todos os passageiros sobreviveram e não sofreram um arranhão!! Ilesos!!!” 😭😭😭😭Queridos, mamãe e filho passam bem!!! 🙌🏻🙌🏻🙌🏻🙌🏻Voltei para dar um beijo e ver de perto o milagre. No final do dia, ao chegar em casa, fui recepcionado por um Mateus saltitante e alegre! Continua...
Uma publicação compartilhada por Juliano Son (@julianoson) em


O pastor Hueslen Santos, vice-presidente do Gideões Missionários, divulgou nesta quinta-feira, 18, imagens de como tem sido seu tratamento médico após a paralisia facial sofrida no mês de dezembro de 2018. Santos postou algumas fotos nas redes sociais e agradeceu pelas orações.

“Eu vou vencer! Obrigado Dr. Bruno pela paciência, respeito e consideração. Obrigado a todos pelas orações! Deus seja louvado!“, escreveu.



Entenda

O pastor Hueslen Santos, vice-presidente do Gideões Missionários e 3º vice-presidente da AD Camboriú,  sofreu uma paralisia facial no dia 22 de dezembro do ano passado. Acompanhado de sua esposa Fabrícia, o pastor divulgou na época um vídeo nas redes sociais para desejar um feliz natal a todos e pedir orações pela sua recuperação.

“Não esqueçam de orar por mim, vamos continuar servindo a Deus com alegria!“, disse Hueslen.

“Bombardeio infernal”

Durante o culto do dia 23 de dezembro, o pastor Hueslen participou rapidamente da celebração e nos momentos finais deu uma palavra sobre o ocorrido.

Ele disse que liberava o perdão já antecipadamente para algumas pessoas que iriam julgar que a paralisia que sofreu é porque ele “estava pagando” por algum erro cometido.

Aos prantos, após sua fala, Hueslen recebeu oração de toda igreja pela sua saúde e vida ministerial. O pastor Eliel Anselmo, durante oração, disse que o pastor Hueslen vinha sofrendo um “bombardeio infernal” contra sua vida.

Revista em quadrinhos da DC Comics zomba de Jesus Cristo
Um editor de quadrinhos cristão argumentou que uma revista em quadrinhos da DC Comics mostrando Jesus como um de seus mais novos super-heróis é uma “piada desrespeitosa”.

A DC Comics é uma editora norte-americana situada na Burbank, Califórnia, especializada em histórias em quadrinhos e mídias relacionadas, sendo considerada uma das maiores companhias ligadas a este ramo no mundo. A empresa é subsidiária da companhia WarnerMedia e detém a propriedade intelectual de muitos dos mais famosos personagens de quadrinhos daquele país, como: Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Sper Girl, Lanterna Verde, entre outros.

A versão da DC Comics da história de Jesus em sua próxima série, “Second Coming” (Segunda Vinda, em inglês), deve ser reconsiderada, acredita Art Ayris.

“Somos todos responsáveis pela ficção, mas desrespeitar a divindade de Jesus Cristo e seu sacrifício monumental pelos nossos pecados é algo difícil de aceitar. Espero que eles (DC) reconsiderem esse movimento descarado ”, disse Ayris em um comunicado.

Ayris é Presidente e CEO do Kingstone Media Group e editor da Kingstone Comics, a maior editora de quadrinhos cristãos do mundo, conhecida por publicar a mais cômica adaptação de todos os tempos, sobre a vida de Jesus Cristo. A trilogia é chamada de “A Bíblia Kingstone”. As revistas em quadrinhos da empresa estão disponíveis em mais de 30 idiomas.

“Second Coming” da DC Comics, escrito por Mark Russell e ilustrado por Richard Pace, será lançado em março. De acordo com uma descrição da Comic Book Resources , Jesus precisa retornar à Terra para aprender como se tornar o “verdadeiro messias” a partir de um super-homem como o personagem chamado Sun-Man (Homem-Sol).
“Testemunhe o retorno de Jesus Cristo, como ele foi enviado em uma missão santíssima por Deus para saber o que é preciso para ser o verdadeiro Messias da humanidade, tornando-se companheiro de quarto do salvador favorito do mundo: o todo-poderoso super-herói Sun-Man. Último filho de Krispex! Mas quando Cristo volta à terra, ele fica chocado ao descobrir o que aconteceu com seu evangelho – e agora, ele quer esclarecer tudo”, diz a descrição.

Ayris argumentou que a DC está atualmente tendo dificuldades em se relacionar com a fé.

“Bruce Wayne caiu da fé no ano passado em Batman # 53, onde deixou de acreditar em uma divindade. O personagem de quadrinhos da DC, Nia Nal, é o primeiro super-herói transgênero e agora é o sujeito da série Supergirl da CW, ”ele explicou.

“Com o acréscimo de ‘Second Coming’ ao catálogo da DC Comics, estamos vendo o quão longe de Hollywood realmente estamos, e acredito – até mesmo desde a fundação da mentalidade original dos quadrinhos.”

Em seu início nos anos 30 e 40, a indústria de quadrinhos teve suas origens mergulhadas na moralidade judaico-cristã, uma vez que muitos dos primeiros escritores cômicos eram imigrantes judeus. De acordo com Hollowverse , o falecido Stan Lee disse que ele admitidamente leu a Bíblia e, embora não seja religioso, citou a Bíblia como uma influência importante em seu trabalho.

Art Ayris, Presidente e CEO do Kingstone Media Group
“Eu não li o comic de ‘Segunda Vinda’, mas estava pensando na igreja que frequento quando leio parte da descrição fornecida pela DC Comics… Minha igreja recentemente comprou um motel para abrigar famílias sem lar, tem uma clínica médica gratuita com 50 médicos, fornece abrigo e reabilitação para aqueles que lutam com problemas de dependência e distribui dez toneladas de alimentos por semana. A razão pela qual o fazemos é por causa do incrível exemplo e da vida de Jesus e do que Ele nos disse para fazer ”, continuou Ayris.

A editora admitiu que sua equipe investiu cada centavo que eles tinham para fazer a série de quadrinhos “The Kingstone Bible” e “The Christ” para proteger a santidade das escrituras e a história de Jesus, e agora eles vão levantar dinheiro para fornecer uma alternativa cristã à série DC.

“Nós começamos a levantar capital para animar a Bíblia e a vida de Cristo. Este novo movimento da DC só colocou mais combustível no meu motor,” afirmou Ayris.

“Espero que a liderança da DC Comics repense sobre essa ideia de zombar de um homem que provou sua divindade ressuscitando dos mortos”, finalizou Ayris.



Fonte: The Christian Post


Um importante bispo evangélico que supervisionou a produção da controversa orientação da Igreja da Inglaterra sobre a transição de gênero pediu perdão – e confirmou que agora ele não apoia isso.

O bispo de Blackburn, Julian Henderson, era presidente do Comitê de Delegação da Casa dos Bispos, órgão que supervisionou a publicação da orientação no mês passado sobre como usar a atual Afirmação da Fé Batismal para permitir que adultos realizem sua transição.

A orientação da igreja detalha como elementos como água e óleo podem ser incorporados ao serviço e, crucialmente, deixa claro que as pessoas trans devem ser abordadas publicamente por seu nome escolhido.

Como parte do serviço, eles também podem receber presentes, como uma Bíblia com o nome escolhido ou um certificado.

Quando a orientação foi publicada, o site oficial da Igreja da Inglaterra citou o Bispo Henderson dizendo: “Esta nova orientação oferece uma oportunidade, enraizada nas escrituras, para capacitar as pessoas trans que ‘vieram a Cristo como o caminho, a verdade e a vida’, para marcar sua transição na presença de sua família da Igreja que é o corpo de Cristo.”

Mas apenas alguns dias depois, o bispo foi o principal signatário de uma  declaração do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra (CEEC), do qual ele também é presidente.

A declaração descreveu a orientação como “altamente divisiva e teológica e pastoralmente questionável”. A declaração disse que a tal orientação “também corre o risco de levantar sérias preocupações tanto dentro da Comunhão Anglicana quanto ecumênica”.

A aparente contradição atraiu críticas e escárnio dos comentaristas online. Mas agora, em resposta a repetidos pedidos do Christian Today ao  longo das últimas semanas, o Bispo Henderson tentou explicar sua aparente contradição por meio de uma nova declaração afirmando que ele “sente muito pela confusão que meus diferentes papéis desempenham”. Ele também deixa claro que não apoia mais a orientação, mesmo estando encarregado do comitê responsável pela orientação trans da igreja.

A declaração diz que em uma reunião do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra nesta semana, o bispo Julian reconheceu que suas duas declarações anteriores “foram entendidas como estando em contradição direta”. Continua: ‘Pedindo desculpas pela confusão e ansiedade causadas a muitos por essas ações, e as mensagens contraditórias…

O Bispo Julian disse que, em retrospecto, e depois de refletir mais sobre a Orientação, ele agora acreditava que teria sido mais sensato que não coubesse a ele falar, como presidente, em nome da Comissão de Delegações, mas sim pedir a outra pessoa que expresse a opinião da comissão.’

Julian Henderson, bispo de Blackburn, Inglaterra
Ele esclareceu que a palavra “nós” no comunicado de imprensa [da Igreja original da Inglaterra] refere-se ao Comitê de Delegação, e que a [posterior] resposta do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra (CEEC) reflete sua própria posição.

“Eu continuo a lamentar a confusão que meus diferentes papéis e declarações criaram e sou muito grato pela confiança em minha reeleição como presidente da CEEC. Continuo esperançoso e na expectativa do impacto que o evangelho de Jesus Cristo fará em nosso país em 2019”, concluiu o Bispo Henderson.

Fonte: The Christian Today

André Balada na Igreja Quadrangular. (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Nascido André Moreira Neles, no mundo do futebol ele ficou conhecido como “André Balada”. Surgido no início dos anos 2000 como um promissor atacante no Atlético-MG, acabou vendido para o Benfica, mas sua vida pessoal e profissional entrou em decadência quando foi emprestado para o Palmeiras em 2003.

Depois de peregrinar por outros clubes, sem sucesso, encerrou encerrou a carreira aos 41 anos, no fim de 2017, jogando pelo Alecrim-RN. Convertido, ele hoje olha para sua história de vida e identifica o alto custo que uma vida desregrada lhe impôs.

Quando chegou ao Figueirense, em 2004, estava em baixa e teve os mesmos problemas do Palmeiras. “Nessa fase, eu tinha um monte de mulheres, mas, graças a Deus, não fiz mais filhos. Essa fase do Figueirense foi a pior porque eu já estava à beira da morte, na verdade. Eu já andava armado, já andava na favela, frequentava casa de traficante, vivia só doidão. E não jogava. Foram os piores momentos da minha existência”.

Contudo, foi justamente no clube catarinense que tudo mudou. O goleiro Gustavo o evangelizou e investiu em sua vida. André conta que só aceitou visitar a igreja do colega após muita insistência. “O Gustavo falou: ‘André, vamos na igreja comigo? Aí eu falei não: ‘Não vou, eu não gosto de crente, não. Não vou mexer com isso, não. Igreja, não’. E eu corri do Gustavo umas quatro, cinco vezes. Eu não queria ir para a igreja de jeito nenhum. Até que um dia o Gustavo falou: ‘Hoje você vai para a igreja comigo’. E eu falei: ‘então, vamos para a igreja'”.

Um culto foi o suficiente. “É onde começa a minha verdadeira história. Eu fui para a igreja e, chegando lá, o pastor falou: ‘Você aí’. Ele nunca tinha me visto na vida. Eu nunca tinha ido para a igreja. Ele continuou: ‘Vem pra frente que eu quero fazer uma oração pra você’. E o pastor colocou a mão na minha cabeça e, na hora que ele botou a mão na minha cabeça, eu caí no chão. Eu não vi mais nada e comecei a chorar. Parecia que tinha um negócio entrando no meu coração, me limpando, me purificando. E eu chorando, chorando. Mas era um choro de alegria, um choro de esperança, um choro de renovação”.

Hoje, identifica que sua decaída foi por causa do vício, que na época em que era jogador negava. “A droga é uma loucura. Você esquece filhos, esposa… Você esquece que tem mãe, que tem amigos, que tem profissão. A cocaína te joga no mundo do abismo e você fica cego, obcecado. E não consegue enxergar mais nada além da droga. É uma coisa demoníaca, entendeu?”

Batizado, em 2006, na Igreja Evangélica Quadrangular, de Uberlândia (MG). O ex-jogador atualmente frequenta a Igreja ADVEC, em Natal, onde mora. Ligada à Assembleia de Deus, a denominação é liderada pelo pastor Silas Malafaia.

Damares Alves. (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, deseja combater a automutilação entre estudantes e para isso pedirá que escolas públicas e particulares informem às autoridades os casos registrados entre os alunos.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a adoção de políticas públicas permitirá que as escolas informem os casos de automutilação para que esses alunos recebam o atendimento rápido.

O tema é uma das principais bandeiras da ministra que declarou que irá lutar para que nenhuma criança mais chore por abuso no país. Preocupada com os casos de automutilação e suicídio entre crianças e adolescentes, a Pasta comandada pela ministra evangélica deve realizar uma série de ações de conscientização e combate a essas práticas e suas causas.

Professores e familiares desses alunos também serão atendidos, para que possam identificar as causas e ajudá-los a superarem qualquer dificuldade.

O Presidente Jair Bolsonaro deixa o Ministério da Defesa após almoço com ministros. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro usou seu Twitter para comentar as críticas que recebeu após editar o decreto que flexibiliza a posse de arma de fogo, publicado na última terça-feira (15).

Bolsonaro precisou deixar claro que a medida faz parte do processo de assegurar o direito de legítima defesa. “Muitas falácias sendo usadas a respeito da posse de armas. A pior delas conclui que a iniciativa não resolve o problema da segurança pública. Ignorando o principal propósito, que é ‘iniciar’ o processo de assegurar o direito inviolável à legítima defesa”, escreveu.

O presidente afirmou que outras medidas relacionadas ao setor de segurança pública serão anunciadas e pediu paciência, pois seu governo tem cerca de 15 dias.

“Para a infelicidade dos que torcem contra, medidas eficientes para segurança pública ainda serão tomadas e propostas. Os problemas são profundos, principalmente pelo abandono dos governos anteriores. Mal dá pra resolver tudo em 4 anos, quem dirá em 15 dias de governo”, completou.


Fiéis muçulmanos que oravam na Meca, na Arábia Saudita, ficaram cobertos de insetos após o enxame de gafanhotos e a equipe de limpeza precisou trabalhar às pressas, para expulsar os insetos.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que os gafanhotos rodearam o local mais sagrado para os muçulmanos.

Milhares deles sobrevoavam em torno das luzes que iluminavam Meca durante a noite, enquanto outros milhares pousavam no chão do pátio externo do templo muçulmano.

As autoridades de Meca usaram o Twitter para esclarecer aos peregrinos que os faxineiros estão pulverizando o templo com inseticida para espantar os gafanhotos. “Equipes especializadas foram direcionadas para trabalhar na luta pela eliminação desses insetos”, diz um comunicado.



Fiéis muçulmanos que oravam na Meca, na Arábia Saudita, ficaram cobertos de insetos após o enxame de gafanhotos e a equipe de limpeza precisou trabalhar às pressas, para expulsar os insetos.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que os gafanhotos rodearam o local mais sagrado para os muçulmanos.

Milhares deles sobrevoavam em torno das luzes que iluminavam Meca durante a noite, enquanto outros milhares pousavam no chão do pátio externo do templo muçulmano.

As autoridades de Meca usaram o Twitter para esclarecer aos peregrinos que os faxineiros estão pulverizando o templo com inseticida para espantar os gafanhotos. “Equipes especializadas foram direcionadas para trabalhar na luta pela eliminação desses insetos”, diz um comunicado.


Os insetos foram identificados como gafanhotos negros, que são considerados como isentos migratórios. O foco estava nos criadouros perto de drenos de água abertos no local sagrado de peregrinação, disseram autoridades de acordo com o Daily Mail.

Atentado na Síria. (Foto: AFP)
O Estado Islâmico reivindicou o ataque realizado em Manbij, no Norte da Síria, que deixou 16 mortos, incluindo quatro soldados americanos.

A explosão teria acontecido em um restaurante onde tropas americanas, francesas e curdas se reuniam para discutir um esquema de segurança para a cidade.

De acordo com testemunhas, um homem com uma jaqueta carregada de explosivos foi o responsável pelo ataque que causou grande destruição. Este acabou se tornando o ataque com maior número de vítimas desde 2015 naquela região.

A coalização liderada pelos EUA que enfrenta o Estado Islâmico na Síria confirmou a morte dos soldados declarando que “membros do serviço americano foram mortos durante uma explosão, enquanto conduziam uma patrulha de rotina”.

O atendado acontece diante da tentativa dos EUA retirarem suas tropas e a Manbij, controlada por combatentes curdos, sofre com ameaças da Turquia que já prometeu atacar a cidade assim que os americanos deixarem a região.


O casal de missionários Jéssica e Issoufou Himou estão à frente de um projeto missionário que gera grande impacto na vida de milhares de pessoas no Níger.

Com o nome de “Love Heals”, o projeto tem como principal objetivo curar as dores daquela população através do amor e de projetos sociais que podem transformar aldeias, cidades e o país.

Os dois pilares deste trabalho é acabar com a pobreza das famílias e combater a desnutrição, resultado de uma fome extrema que vitimiza principalmente crianças e idosos.

Para promover renda, o Love Healstem dois programas: um encontro de Mulheres do Campo em um Curso de Costura com objetivo de que elas possam contribuir com a renda de suas famílias.

Os missionários também são responsáveis por um projeto de educação que precisa enfrentar a triste notícia de que no Níger 74% de sua população não sabe ler e nem escrever. Através da alfabetização, os voluntários esperam mudar esta realidade.

A Casa Nutrir é outro braço de atuação da Love Heals, o principal objetivo é recuperar a saúde de bebês com desnutrição de moderada a crônica, contando com a ajuda de um médico da Organização Mundial da Saúde e nutricionistas.

O Projeto Alimentação, por sua vez, tem como foco principal a luta contra a desnutrição que é a maior causa de mortalidade infantil no Níger. Para conseguir manter todos estes projetos, a instituição mantém um site onde é possível conhecer cada uma dessas frentes e fazer doações.

Royse City Independent School. (Foto: Reprodução / NBC)

Uma igreja se responsabilizou pelo pagamento do almoço de 200 estudantes de uma escola no Texas. Com o investimento de milhares de dólares, esses alunos terão acesso a uma refeição reforçada de melhor qualidade do que era servido.

A Igreja Metodista Unida da Cidade de Royse resolveu pagar a dívida dos alunos para que eles voltassem a ter acesso às refeições por entender que o papel da igreja é impactar a comunidade onde está inserida.

“Se a igreja não impacta a comunidade da qual faz parte, então a igreja não está fazendo o seu trabalho”, declarou o pastor Chris Everson, responsável pela igreja, em entrevista à NBC.

Ainda segundo o pastor, o exemplo deixado por Cristo é de servir e com esta atitude a igreja está servindo os estudantes que terão acesso a uma alimentação mais rica para passarem o dia na escola.

Esta não é a primeira vez que a igreja ajuda escolas da cidade. Em 2017, a igreja dividiu as ofertas entre uma escola sem fins lucrativos e uma escola primária nas proximidades. A ação foi de também pagar o almoço dos estudantes que estavam devendo as refeições.

O pastor explicou ao canal que naquele distrito, se um aluno fica devendo US$ 25, ele não recebe mais refeições quentes na hora do almoço, podendo comer apenas sanduíche de pero ou presunto, um pedaço de fruta e um copo de leite.

Reconhecendo as dificuldades que algumas famílias têm em assegurar o almoço para seus filhos, o pastor resolveu envolver a igreja neste desafio e assim começaram a ajudar todo o distrito escolar pagando as dívidas dos alunos.


Em 2017, a pobreza extrema na América Latina atingiu seu pior recorde em nove anos, afetando 10,2% da população, como resultado do fraco desempenho das economias regionais.

As informações foram reveladas por um novo relatório da Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e o Caribe (Cepal).

“A proporção de pessoas em situação de extrema pobreza continuou a aumentar, seguindo a tendência observada desde 2015”, disse o porta-voz da Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e o Caribe (Cepal), em Santiago, no Chile, durante a apresentação do relatório anual “Panorama Social da América Latina”.

A taxa de extrema pobreza aumentou de 9,9% da população em 2016 para 10,2% em 2017, o equivalente a um acréscimo de 62 milhões de latino-americanos.

A taxa de pobreza, medida também pela renda, permaneceu estável em 30,2 % da população, o equivalente a 184 milhões de pessoas.

“Embora a região tenha feito progressos significativos desde a última década, a partir de 2015 tem havido retrocessos, particularmente em termos de extrema pobreza”, advertiu Alicia Barcenas, Secretária Executiva da CEPAL, durante a coletiva de imprensa.

De acordo com as projeções da Cepa –organismo técnico das Nações Unidas–, em 2018 a pobreza cairá para 29,6% da população, o que equivalerá a 182 milhões de pessoas (dois milhões a menos que em 2017), enquanto a taxa de pobreza extrema permanecerá em 10,2%, em linha com um crescimento esperado do PIB regional, que expandiria 1,2%, ligeiramente abaixo do ano anterior. Em 2019, enquanto isso, a economia da América Latina cresceria 1,7%.

Variações de acordo com os países

Para a Cepal, as pessoas em situação de “extrema pobreza” são aquelas que vivem em domicílios com renda per capita inferior ao custo de uma cesta básica. Ou seja, que nem mesmo a dedicação de toda a sua renda à compra de alimentos satisfaria essa necessidade. Em outras palavras, pessoas que passam fome regularmente. A linha de pobreza e extrema pobreza varia em cada país.

O Uruguai, de acordo com as estimativas da Cepal, é o país com o menor percentual de pobreza, com 2,7% de sua população vivendo nessa condição. No entanto, o governo do próprio país aumenta este valor para 7,9%, considerando uma faixa maior de pessoas miseráveis dentro da estatística.

A agência da ONU explica que a queda no Uruguai é resultado de ajudas sociais recebidas por famílias com menos recursos, o mesmo modelo adotado pela Costa Rica (15,1%) e pelo Panamá (16,7%).

O Chile, com 10,7%, é o segundo país com a pobreza mais baixa da região; uma diminuição que foi associada ao aumento da renda do trabalho em domicílios com menos recursos.

“Isso corrobora a importância de proporcionar mais recursos à população que vive na pobreza, combinando o fortalecimento da renda originária do trabalho com a provisão de transferências públicas e o fortalecimento dos sistemas de proteção social”, diz a Cepal.

O Brasil, que está saindo de uma recessão, apresenta uma taxa de pobreza de 19,9%, de acordo com estimativas do documento, que não fornece números de pobreza sobre a Venezuela, o país com o pior desempenho econômico da região, com uma queda de 15% no PIB em 2018.

No meio de uma crise política e econômica aguda, os venezuelanos estão sobrecarregados por uma hiperinflação que atingirá 10.000.000% em 2019, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), com falta de alimentos, remédios, transporte, água, gás e luz.

Fonte: UOL – Economia

Parlamento Britânico
O Parlamento Britânico tem sido o foco das atenções mundiais em virtude das votações do acordo do Brexit (saída da Grã-Bretanha da União Europeia), porém uma proposta chega em meio à turbulência política reinante naquela Casa Legislativa: um pedido para que orações diárias, que acontecem desde 1558, sejam proibidas ali.

O pedido primário partiu do deputado conservador Crispin Blunt, seguido de outros quatro deputados. A moção recebeu o apoio da National Secular Society (NSS) – uma organização britânica que promove o secularismo e a separação da igreja e do estado.

As orações acontecem diariamente no início dos trabalhos parlamentares na Câmara dos Comuns e na Câmara dos Lordes, que formam o Parlamento Britânico. A poderosa Casa de Leis reúne parlamentares do Reino Unido e da Irlanda do Norte, país de maioria católica.

“As orações parlamentares obrigatórias são incompatíveis com o respeito da liberdade religiosa e não devem mais fazer parte dos assuntos oficiais do Parlamento”, alegou o deputado Crispin Blunt, do partido Conservador.

Blunt defendeu sua proposta no Twitter e disse que sente “prazer em patrocinar” a remoção das orações no Parlamento.

Na Câmara dos Comuns, uma espécie de Câmara dos Deputados, o capelão normalmente lê as orações. A oração principal pede a orientação de Deus para que os deputados “nunca conduzam a nação de forma errada através do amor ao poder, desejo de agradar ou ideais indignos”.

Na Câmara dos Lordes, similar ao Senado, um dos bispos da Igreja da Inglaterra assume a liderança.

Esta não é a primeira vez que esse tipo de moção é proposta. Ao longo dos anos, foram inúmeras as tentativas de se eliminar as orações do Parlamento, sempre com a alegação de separar a igreja do estado.

O diretor executivo da NSS, Stephen Evans, disse que “o culto religioso é para indivíduos que o escolhem – não para nações ou órgãos legislativos”.

Segundo ele, “os membros do parlamento são naturalmente livres para orar em seu próprio tempo, mas a oração institucionalizada não pertence ao processo legislativo. O Parlamento deve refletir o país como é hoje”.

Stephen diz ainda que fazer orações no Parlamento está fora dos tempos atuais. “Acabar com esse anacronismo seria um exemplo tangível da reforma necessária na casa e representar um passo positivo para a modernidade, a igualdade e a liberdade de consciência”.

A “moção de um dia inicial” (Early Day Motion) é uma proposta formal que pede um debate parlamentar sobre uma questão na primeira oportunidade, mas raramente deverá conseguir isso.

Fonte: Premiere Christian via Guia-me

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget