Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Teremos uma “invasão jihadista turca”, denunciam cristãos sírios

Recep Tayyip Erdogan.
Em uma carta aberta aos cristãos do Ocidente, o chefe do Partido da União Síria denunciou que seu povo será vítima das forças turcas agora que as tropas norte-americanas sairão do país. O documento foi divulgado depois do anúncio da retirada dos EUA da Síria, feita nos últimos dias pelo presidente Donald Trump.

Sanharib Barsoum, líder do partido, lembra que “Os EUA foram a única força militar que salvou nosso povo do Estado Islâmico. Estamos orgulhosos de podermos dizer que, como cristãos sírio-assírios, lutamos lado a lado com eles, pois nosso Conselho Militar fez parte de todas as batalhas contra o Estado Islâmico no nordeste da Síria. A verdade é que não poderíamos ter protegido nosso povo sem o exército americano”.

Porém, ele acredita que há um grande perigo na chegada do exército turco na região. Desde o início deste ano, tropas turcas – muitos deles jihadistas islâmicos – invadiram a cidade síria de Afrin. Milhares de cristãos fugiram para salvar suas vidas. Barsoum prevê que as coisas ficarão muito piores agora.

“O regime da Turquia quer destruir todos nós. Creio que 100 000 siríacos e outros grupos cristãos serão mortos ou expulsos se os turcos entrarem no nosso território. Jihadistas turcos perseguiram os cristãos e os yazidis de Afrin no noroeste da Síria. Eles farão o mesmo agora, mas em uma escala muito maior. Esses jihadistas só esperam que os EUA saiam para que comecem a nos matar e destruir nossas comunidades e igrejas. Tal catástrofe contra nosso povo acontecerá enquanto o Exército dos EUA sair e os soltos turcos cometem exatamente os mesmos crimes que o Estado Islâmico”, explicou.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, acusa os curdos que vivem na Síria de serem “terroristas” por conta dos embates políticos em seu país. Mesmo que Barsoum concorde com a declaração do presidente Trump sobre os EUA não poderem permanecer na Síria para sempre, ele pediu mais tempo.

“Tudo o que pedimos é que a segurança dos cristãos siríaco-assírios e de todos os outros povos tenha sido garantida. Agradecemos ao presidente Trump e aos EUA por toda a ajuda prestada. Por isso, pedimos ajuda a vocês. Nossos irmãos e irmãs: não nos abandonem”, declarou.

Ele terminou com um apelo para que a igreja do mundo ocidental possa orar pelos cristãos perseguidos no território sírio.

Em abril, o Gospel Prime noticiou que as forças militares da Turquia estavam atacando os cristãos curdos repetindo o modus operandis do Estado Islâmico. Diversas pessoas relataram que milícias jihadistas estavam exigindo que os cristãos curdos da região se convertam ao islamismo ou tenham “suas cabeças arrancadas”.

Gospel Prime

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget