Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Cristãos são condenados à morte por blasfêmia no Paquistão

Cristãos no Paquistão
Dois irmãos cristãos teriam sido condenados à morte no Paquistão depois que um deles foi acusado de postar conteúdo considerado desrespeitoso ao Islã em seu site.

O Centre for Legal, Aid, Assistance & Settlement (CLAAS, siga em inglês), um centro de caridade baseada no Reino Unido de ajuda e assistência, alertou sobre a condenação de Qaisar e Amoon Ayub.

O grupo explicou que as sentenças de morte foram proferidas na quinta-feira passada pelo juiz Javed Iqbal Bosal após uma audiência em uma prisão de Jhelum, na província de Punjab.

Os irmãos, que são da cidade de Lahore, foram presos em 2014 após a reabertura de um caso policial decorrente de uma denúncia de 2011.

Qaisar já havia explicado que ele fechou a página em questão em 2009. No entanto, ele afirma que um de seus amigos muçulmanos restaurou a página.

A acusação de blasfêmia foi feita depois que Qaisar entrou em discussão com seus amigos no trabalho. Qaisar então começou a receber ameaças de morte e se escondeu.

Tanto Qaisar quanto Amon acabaram fugindo para Cingapura antes de retornar depois de um mês, segundo informa o site Asia News.

Embora retornassem, logo fugiriam para a Tailândia porque a situação ainda não era segura para eles. Quando os irmãos passaram anos em fuga, disseram-lhes que a polícia estava procurando por eles.

No Paquistão, a blasfêmia é um crime punível com pena de morte ou prisão perpétua.

Qaisar é casado e tem três filhos, enquanto Amoon é casado com uma professora.

O CLAAS planeja recorrer da sentença de morte de Qaiser para o Supremo Tribunal de Lahore, em Rawalpindi, enquanto o escritório do Centro Americano de Direito e Justiça do Paquistão está lidando com o recurso para Amoon. O CLAAS afirma que em muitos casos de blasfêmia, os juízes estão “sob ameaça de fanáticos religiosos” para “condenar os acusados”.

Na semana passada, o Departamento de Estado dos EUA designou o Paquistão como um “país de interesse particular” (CPC, sigla em inglês) para a liberdade religiosa.

A designação CPC aplica-se a países onde o governo “se envolveu ou tolerou violações sistemáticas, contínuas e notórias da liberdade religiosa”.

A designação CPC dá ao governo dos EUA o potencial para promulgar sanções ou medidas diplomáticas para pressionar a mudança no Paquistão e nos outros nove países da lista.

Fonte: The Christian Post

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget