Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Conselho Mundial de Igrejas pede intervenção nos problemas climáticos

Usina de carvão
A Conferência das Nações Unidas Sobre as Mudanças Climáticas (COP 24) começou nesse domingo (02), em Katowice, na Polônia, país que sedia o evento pela terceira vez. Cerca de 200 nações se reúnem para discutir problemas relacionados com as condições climáticas globais.

Há pelo menos 40 ativistas ambientais da entidade polonesa NGO Akcja Demokracja, participando do evento com o objetivo de alertar os líderes mundiais para que fiquem atentos sobre as mudanças no clima, “antes que seja tarde demais”.

Os cristãos também aproveitam essa oportunidade para cobrar deles “uma ação transformadora”. O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) disse que é hora de solidariedade global e ação urgente para apoiar as comunidades que já estão sentindo os efeitos da mudança climática.

Na pauta está o interesse em renovar os compromissos assumidos no encontro de Paris, em 2015, para manter a elevação da temperatura global em 1,5° C. O secretário geral do CMI, Olav Fykse Tveit, disse que os membros da ONU precisam aumentar suas promessas climáticas se essa meta for atingida. “Não há mais tempo a perder”, disse.

Especialistas falam em medidas urgentes de adaptação, transformação de sistemas econômicos, mudanças comportamentais profundas, políticas nacionais e globais de apoio e arranjos institucionais. Eles acreditam que ainda dá tempo de evitar “consequências potencialmente catastróficas da mudança climática”.

O secretário geral da Federação Luterana Mundial (FLM), Martin Junge, disse que é da responsabilidade das igrejas defender a justiça climática. “Como pessoas de fé, sabemos bem como Deus quer que este mundo seja. Nossa mensagem para as igrejas e para o mundo é que a criação não está à venda”, declarou.

A liderança religiosa acredita que “estamos diante de crises sem precedentes”. Comunidades e países estão perdendo seus territórios no Pacífico para o aumento do nível do mar. Inundações e secas estão causando emergências humanitárias na Ásia e na África.

Por outro lado, países desenvolvidos não estão mantendo suas promessas de apoio financeiro aos países em desenvolvimento para implementar estratégias de adaptação e resiliência ao clima.

Gospel Prime

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget